Saiba por que os Food Halls estão vindo com tudo para Orlando

Gotham Market West em Nova Iorque.  Photo Credit: Gotham West Market

Gotham Market West em Nova Iorque.  Photo Credit: Gotham West Market

A cidade de Orlando vem se destacando no cenário culinário local e nacional. A cidade já conta com alguns locais conhecidos como Food Halls, dentre eles o East End Market, e o Plant Street Market.

Porém, um food hall em particular têm chamado atenção na cidade de Orlando.

Este Food Hall será desenvolvido pelo local e notável desenvolvedor Craig Ustler e será localizado dentro do projeto Creative Village em Downtown Orlando, no qual Craig é o líder por detrás do mesmo. 

Mark Baratelli, do site Daily City, teve a chance de entrevistá-lo sobre este novo projeto. Confira abaixo esta novidade e saiba por que este tipo de projeto está vindo com tudo para a nossa amada Orlando!

Por que um Food Hall?
"Food halls são visivelmente populares e grandes comunidades possuem este tipo de local, assim como muitas outras áreas urbanas que eu estudei," diz Craig. "Nós queremos o que existe de melhor para o cenário culinário de Orlando, e também o que será único e especial para o projeto Creative Village, este é o motivo pelo qual eu acho que um Food Hall vale a pena ser analisado. Eu também penso que os milênios e os estudantes gostam de Food Halls e eles servem como um tipo de "amenidade urbana" que nós queremos no Creative Village."

Abaixo o modelo do Dallas Market Food Hall, com lugares para se assentar dentro e fora do estabelecimento:

Estado atual do projeto: 
Não existem planos concretos ainda. O desenvolvedor e sua equipe estão estudando e analisando, bem como juntando as melhores práticas e viajando o país afora procurando por Food Halls. 


Interação com a UCF (Universidade da Central Flórida):
Craig diz que "as instalações da UCF.....irão interagir com os nossos prédios privados para formar uma experiência no campus." "Isto acontecerá de forma natural devido à natureza urbana do projeto."

O primeiro piso dos apartamentos estudantis da UCF terão de "10,000 à 12,000 square feet de restaurantes, espaços para serviços, e/ou espaços para serviços profissionais alugados para terceiros," diz Craig. Ele antecipa ainda que terá uma maioria de restaurantes casuais e rápidos. Diz ainda que isso é o que é normalmente encontrado em universidades localizadas em áreas urbanas.

Características além das comidas:

Craig sente que um mix de áreas internas e externas serão necessárias. Isto é típico de Food Halls. Os lugares para sentar são compartilhados por todos os restaurantes do local.


O processo de análise: 
Ao estudar diversos Food Halls e conceitos similares por todo o país, ele notou que a chave é o processo de escolha e triagem dos restaurantes que serão contratados. Os consumidores não esperam encontrar restaurantes de cadeias tradicionais, e nem comida de baixa qualidade. Não é uma praça de alimentação. De fato, o processo de escolha e definição dos restaurantes, é o maior componente de um food hall, separando o mesmo de uma ida comum à uma praça de alimentação do shopping mais próximo. 

Restaurantes que serão representados: 
Nenhum restaurante foi ainda anunciado, mas Craig possui uma ideia geral do que ele quer. "Até então, eu tenho focado em algo local e envolvido com a comunidade, ou seja, como nós podemos desenvolver além e elevar o cenário culinária local, e ainda como podemos ligar Parramore e as instalações do centro culinário Valencia que estará localizado no Creative Village."

Ele sente que o Food Hall precisará de um ou dois restaurantes âncoras: um restaurante maior (ainda local e único) ou uma cervejaria. O resto do espaço terá mini suítes, e outros empreendimentos. 

Craig irá criar os seus próprios restaurantes?

Muitos dos restaurantes nas suas demais construcões em Downtown Orlando são criações do seu próprio grupo de restaurantes. Entretanto, não é o seu intento, pelo menos neste momento, encher o Food Hall com criações do seu próprio grupo de restaurantes.  Este projeto não é para o seu grupo de restaurnates. Se um chef ou um restaurante seu acabarem sendo colocados no Food Hall devido ao processo de triagem realizado, não teria problema por ele, mas seria mais uma coincidência do que algo planejado.  

Operações: 
"Será focado no cenário local." diz ele. Graig tem certeza de que não será comandado por um operador nacional.  

Localização: 
Craig sabe o que gosta: Gotham West Market (Website) em Nova Iorque Hell's Kitchen neighborhood. Como o Gotham West Market, o seu food Hall será no primeiro piso de um edifício privado, será mais um edifício de apartamentos na fase 1 do Creative Village.

fonte: http://www.thedailycity.com

Confira mais novidades de Orlando clicando nas nossas mídias sociais abaixo: